Segunda, 16 de Maio de 2022
Brasil Orçamento

Reajuste a policiais em 2022 está suspenso, diz Bolsonaro

O presidente tem até a sexta-feira para sancionar o Orçamento aprovado pelo Congresso, podendo ou não vetar trechos

20/01/2022 às 17h59
Por: Redação Fonte: Muita Informação
Compartilhe:
Agência Brasil
Agência Brasil

O reajuste prometido pelo governo às polícias federais em 2022 está suspenso, afirmou o presidente Jair Bolsonaro (PL) na quarta-feira (19). Conforme ele, os servidores, atualmente com os salários congelados, podem ser contemplados com um reajuste no Orçamento de 2023.

No Orçamento para 2022, aprovado no final do ano passado pelo Congresso, foi incluída na versão final uma reserva de recursos na ordem de R$ 2 bilhões para aumento a servidores.

A verba não é carimbada a nenhuma categoria em específico, mas  sempre foi pública a promessa pessoal de Bolsonaro de destiná-lo a reajustes para as polícias federais. O reajuste seletivo acabou levando a uma série de protestos de outras categorias de servidores por correção de seus salários também.

O presidente tem até a sexta-feira (20) para sancionar o Orçamento aprovado pelo Congresso, podendo ou não vetar trechos.

"O que eu não quero é que a gente passe por cometer Injustiça perante o servidor publico. Reconhecemos o trabalho do servidor, reconhecemos a defasagem (.). Reconheço trabalho dos servidores, que eles merecem um reajuste. Não tenho folga no Orçamento para o corrente ano [2022]. Conversei com o pessoal sobre o Orçamento do ano que vem [2023], sei que é bastante longe, mas, por ocasião da feitura do mesmo, obviamente que os servidores serão contemplados com o reajuste merecido", afirmou Bolsonaro em entrevista para a Jovem Pan.

O Orçamento anual deve sempre ser apresentado pelo presidente e a equipe econômica até agosto do ano anterior, para que seja então debatido no Congresso, onde ainda pode sofrer alterações.

*Com informações da CNN.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias