Terça, 24 de Novembro de 2020 11:43
71 99402-8189
Anúncio
Bahia Porto Seguro

Na contramão do Governo do Estado, prefeitura de Porto Seguro autoriza grandes festas de Réveillon em meio à pandemia

Os eventos de final de ano ganharam o aval dos órgãos públicos para acontecer.

16/11/2020 14h05
36
Por: Redação Fonte: Neison Cerqueira
Divulgação
Divulgação

A prefeitura de Porto Seguro autorizou à venda de ingressos para festas de réveillon de 2021 no Sul da Bahia mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus. A procura é grande e os maiores eventos vão acontecer em Caraíva, Arraial d’Ajuda e Trancoso. 

Os eventos de final de ano ganharam o aval dos órgãos públicos para acontecer. A prefeitura de Porto Seguro autorizou, por meio de decreto, que aconteçam grandes festas de final de ano, que podem chegar até 4 mil pessoas. A estimativa dos secretários de turismo e saúde é de que pelo menos 30 eventos com mais de 1 mil pessoas ocorram na cidade na noite da virada. 

Apesar da autorização, a condição é de que eles não promovam aglomeração e que utilizem 60% da capacidade dos espaços. Como as festas serão realizadas em grandes terrenos, que têm mais de 8 mil m², os gestores acreditam que o distanciamento de 1,5 m será respeitado. 

Ainda conforme o decreto, as barracas de praia, hotéis, meios de hospedagem, bares, restaurantes e clubes também estão autorizados a fazer as próprias comemorações para o réveillon, desde que já tenham o selo do programa Porto Mais Seguro. 

Além disso, os eventos específicos da festa ainda precisarão de um alvará específico da vigilância sanitária do município para que possam acontecer. Todos os serviços terceirizados, como de alimentação e bebidas, que normalmente existem nos grandes festivais,  também devem cumprir o protocolo de higiene.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias