Quinta, 26 de Novembro de 2020 14:54
71 99402-8189
Brasil Pandemia

Infectologistas dizem que hospitais estão lotados e pedem lockdown em SP

“Não ir a bares, restaurantes e festas. Não organizem encontros ou eventos sociais", recomenda um grupo de médicos em carta

18/11/2020 08h24
35
Por: Redação Fonte: Bahia.Ba
Divulgação/FMRP-USP
Divulgação/FMRP-USP

Infectologistas que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírus em São Paulo (SP) estão alertando sobre a lotação dos hospitais da cidade e pedem a adesão do lockdown.

Em carta enviadas a amigos, um grupo diz que “há um aumento expressivo de casos de Covid-19 nos hospitais de São Paulo”, que estariam “lotados” por causa de um aumento “de 100% em alguns serviços”.

A carta, enviada em caráter pessoal a pessoas conhecidas, foi assinada por médicos como Giovanna Baptista Sapienza, Marcela Capucho Chiaratin, Renata Guise Azevedo, Natanael Sutikno Adiwardana e Daniel Wagner Santos.

“Recomendamos fortemente novo ISOLAMENTO DOMICILIAR!”, escreveram eles, em maiúsculas. “Não ir a bares, restaurantes e festas. Não organizem encontros ou eventos sociais. Acreditamos que vocês estejam cansados de tudo isso, mas lembrem-se que nós estamos MUITO mais…. e ainda estamos vendo pessoas morrerem, famílias inteiras contaminadas, e os casos aumentando progressivamente sem nenhuma medida sendo tomada por parte dos governos”, seguem.

“Estamos em período eleitoral e talvez por isso não haja interesse político em novo ‘lockdown’ agora, mas é uma medida extremamente necessária! Por favor, ajude a controlar a pandemia e se proteja!​”, acrescentam os médicos.

O número de pessoas internadas em hospitais privados vem aumentando exponencialmente. No hospital Albert Einstein, por exemplo, saltou de uma média de 55 para 86 nesta semana.

Nos hospitais municipais, as internações crescem. No dia 13, eram 693 internados. No dia 14, 685. No dia 15, 690. No dia 16, 732. Na terça (17), chegou-se ao patamar de 814. As informações são da coluna Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias