Quinta, 26 de Novembro de 2020 18:43
71 99402-8189
Esportes EC Vitória

Contra Ponte Preta, Vitória tenta emendar triunfos pela 1ª vez

Guilherme Rend soma dois gols na temporada

20/11/2020 08h56
10
Por: Redação Fonte: Rafael Teles
Leticia Martins / EC Vitória
Leticia Martins / EC Vitória

O Vitória vai entrar em campo para enfrentar a Ponte Preta nesta sexta-feira, 20, pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e tentar um feito inédito nesta edição da competição nacional: vencer dois jogos em sequência. A partida está marcada para o Barradão e a bola começa a rolar a partir das 16h30.

Mais de um turno da Série B ficou para trás e a ‘dobradinha’ rubro-negra já esfriou no prato, mas ela ainda vai alimentar bem o Leão, que precisa começar a vencer jogos seguidos para se afastar da zona de rebaixamento e, quem sabe, até pensar em objetivos maiores na Segundona, como alertou Léo Ceará.

“A gente ainda não conseguiu vitórias consecutivas na Série B. Precisamos vencer jogos consecutivos se quisermos ter uma chance na parte de cima da tabela”, disse o atacante, em coletiva na última segunda-feira.

A ausência de triunfos em sequência parece gerar um incômodo dentro do elenco. Foi o que deu para perceber ao longo da semana, quando mais de um jogador e também o técnico Eduardo Barroca tocaram no assunto e fizeram cobranças pela ‘dobradinha’.

“Esse jogo é muito importante para a gente. O Vitória, no ano, só conseguiu ganhar duas vezes seguidas uma vez. Então, é uma oportunidade para a gente ganhar dois jogos seguidos, aumentar a confiança e buscar esses resultados, essa performance em sequência, para que a gente brigue por objetivos mais claros no decorrer do campeonato”, disse o técnico.

A última vez que o Rubro-Negro conseguiu emplacar triunfos seguidos foi entre o final de fevereiro e o começo de março, quando venceu o CRB, pela Copa do Nordeste, e depois o Lagarto-SE, pela Copa do Brasil. Essa, como destacou Barroca, foi a única sequência de vitórias do time principal do Leão em 2020.

Na Série B do ano passado, foram duas ‘dobradinhas’. Primeiro, entre as rodadas 15 e 16, depois, entre o 27º e o 28º jogo da Segundona. Este ano foram quatro oportunidades de alcançar o feito na competição nacional. Na primeira delas, o Vitória ficou no empate, e nas outras três terminou derrotado.

Agora, passadas 21 rodadas da edição atual, o momento é oportuno porque o Rubro-Negro vai jogar em casa, e contra um time que tem sido um fiel freguês. O Leão não perde para a Ponte Preta desde o Brasileirão de 2016, quando os dois times estavam na Série A.

Esse foi o único triunfo da Macaca para cima do Vitória nos últimos 13 encontros entre as equipes. O recorte tem ainda nove jogos vencidos pelo Rubro-Negro e outros três que terminaram em empate, incluindo o mais recente, válido pelo primeiro turno desta edição da Série B.

Thiago Lopes, mais um jogador a fazer coro por uma sequência de triunfos, disse acreditar que o time está diante de uma ótima chance para engatar a fase positiva.

“A equipe está crescendo, é uma boa oportunidade para ter uma sequência de vitórias. Tenho a expectativa muito grande de que a gente possa fazer um bom jogo e sair com a vitória. Tenho a expectativa de que dará tudo certo nessa sequência”, projetou o meia-atacante.

Quem joga

Na quinta, 19, depois do último treino antes de enfrentar a Ponte Preta, Barroca falou sobre a escalação e deixou claro que não pretende fazer mudanças no time titular. “A tendência é a manutenção. A gente fez uma boa partida. Vencemos. Então, a tendência é que a gente mantenha para esse jogo contra a Ponte”, confessou o treinador.

VITÓRIA X PONTE PRETA - 22ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA), às 16h30

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo

Assistentes: Lehi Sousa Silva e Kleber Alves Ribeiro (trio do Distrito Federal)

Vitória - Ronaldo; Léo Morais, Wallace Reis, Maurício Ramos e Rafael Carioca; Guilherme Rend, Matheus Frizzo, Fernando Neto e Thiago Lopes; Vico e Léo Ceará. T: Eduardo Barroca.

Ponte Preta - Ygor Vinhas; Apodi, Wellington Carvalho, Ruan Renato e Guilherme Lazaroni; Barreto, Dawhan, Camilo e Luan Dias; Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto. T: Marcelo Oliveira.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias