Domingo, 28 de Fevereiro de 2021 01:14
71 99402-8189
Bahia Volta as aulas

Rui apresenta indicadores para volta às aulas aos membros do jurídico baiano

Pacto preve que retorno vai ocorrer seguindo modelo híbrido

17/02/2021 16h05
12
Por: Redação Fonte: A Tarde
Reprodução
Reprodução

O governador Rui Costa apresentou aos representantes do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública e do Tribunal de Justiça da Bahia, indicadores de saúde necessários para a volta às aulas presenciais na Bahia. A apresentação ocorreu durante reunião por videoconferência, nesta quarta-feira, 17.

“Para que o retorno das atividades escolares possa acontecer de forma segura para os profissionais de saúde, alunos e seus familiares, três indicadores necessários para o controle da pandemia de Covid-19 precisam ser reduzidos, são eles: o número de casos ativos, o número de óbitos e as taxas de ocupação de leitos e pessoas aguardando por leitos”, explicou.

Rui alertou que a Bahia enfrenta um dos momentos mais difíceis desde o início da pandemia, com mais de 15 mil casos ativos e uma taxa de 74% de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para pacientes com casos mais graves da doença.

“É uma situação extremamente delicada que exige medidas enérgicas para conter avanço do vírus na Bahia. No momento ainda não é possível o retorno das aulas, mas com este diálogo estamos abrindo o caminho para que possamos voltar quando a pandemia estiver controlada. Neste momento, é extremamente importante que a população faça sua parte e evite aglomerações”

Com a meta de conter a transmissão acelerada da Covid-19, bem como das cepas identificadas na Bahia no último mês, o governador decretou que, a partir desta sexta-feira, 19, vai ficar restrita a circulação de pessoas nas ruas e o funcionamento de serviços não essenciais no período das 22h às 5h em quase toda o território baiano, com exceção das regiões oeste, de Irecê e de Jacobina, que mostram os três menores índices de ocupação de leitos de UTI para Covid-19. O decreto é válido por sete dias.

Participaram da reunião a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público, Norma Angélica; o defensor Público Geral, Rafson Saraiva Ximenes; o presidente do Tribunal de Justiça, Lourival Trindade; o procurador Geral do Estado, Paulo Moreno; além de membros da União dos Municípios da Bahia (UPB), prefeitos, técnicos das secretarias estaduais da Educação e da Saúde (Sesab) e outras autoridades.

Na terça-feira, 16, o protocolo foi apresentado pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), em audiência pública virtual promovida pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

Os parâmetros apresentados por Rui integram o protocolo unificado para a volta às aulas que contempla regras de higienização, distanciamento social e a obrigatoriedade do uso da máscara. Também vai ser obrigatória a aferição de temperatura para acesso ao ambiente escolar e a adequação dos ambientes para evitar aglomeração. Nas salas de aulas, vai haver distanciamento entre as carteiras e cada estudante vai precisar levar um recipiente para beber água.

Além disso, o pacto prevê que o retorno vai ocorrer seguindo um modelo híbrido, em que as turmas vão ser divididas em 50%, com aulas em dias alternados. No dia em que o estudante não estiver na escola, ele vai ter material pedagógico digital e impresso para utilizar em casa.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mata de São João - BA
Atualizado às 01h01 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 25° Máx. 30°

25° Sensação
8 km/h Vento
85.6% Umidade do ar
60% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (01/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 31°

Sol e Chuva
Terça (02/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 31°

Sol e Chuva
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias