Quarta, 12 de Junho de 2024
Municípios S Sebastião do Passé

Protesto contra reajuste salarial de políticos em São Sebastião do Passé

Vereador convoca a população para se manifestar contra o projeto de lei

31/05/2024 às 19h19
Por: Redação Fonte: Notícias no Ar
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

No próximo dia 4, terça-feira, está marcado um protesto em São Sebastião do Passé, Região Metropolitana de Salvador, contra o Projeto de Lei que autoriza o reajuste salarial dos políticos locais. A convocação para o ato está sendo feita pelo vereador Soldado Nailson, do partido Republicanos.

De acordo com informações, Na última sessão da Câmara do município, ocorrida na terça-feira (28), foi discutido o projeto de lei que prevê o aumento nos salários do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores.

Contrário a essa discussão, o vereador apresentou os valores dos reajustes e fez uma comparação com os aumentos concedidos aos servidores públicos.

"Este é um dos piores projetos que terei que votar na Câmara. Quem for eleito prefeito em 2025 receberá um reajuste de R$ 7 mil", afirmou Nailson.

A atual prefeita, Nilza da Mata, do PSD, atualmente recebe R$ 18 mil por mês e, caso seja reeleita, poderá passar a ganhar cerca de R$ 25 mil a partir de 2025.

O parlamentar também destacou a discrepância entre o reajuste dado aos servidores, apenas R$ 0,40 no ticket, representando um aumento de 5%, enquanto o prefeito receberá um reajuste de quase 40%.

Veja os futuros valores:

Prefeito: de R$ 18.000,00 para R$ 25.000,00

Vice-Prefeito: de R$ 9.500,00 para R$ 12.500,00

Secretários: de R$ 7.000,00 para R$ 11.000,00

Vereadores: de R$ 7.500,00 para R$ 9.901,52

Segundo Nailson, O vereador os reajustes representarão um impacto de quase R$ 4 milhões por ano para São Sebastião do Passé. O protesto convocado busca chamar a atenção para essa situação e a participação da população é fundamental para pressionar a não aprovação do expressar sua insatisfação.

*Com informações de Rodrigo Tardio/Portal A Tarde 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias